Gente que Cuenta

Diário de um jovem artista – Pedro Tebyriçá

Captura de Tela 2022 02 18 às 19.52.14
Exposición de Rothko en el Portland Art Museum, mayo 2012

 

ler em espanhol

A primeira vez em que eu fui num museu eu via as pessoas paradas olhando para os quadros, eu olhava os quadros também e não entendia por que é que elas olhavam tanto para aqueles quadros. Um dia eu vou fazer um quadro assim, que as pessoas fiquem paradas olhando desse jeito  (me deu vontade).

Eu entrei numa aula de arte para entender o que era arte, o professor começou a falar, falar, falar, eu fiquei nervoso e  saí. Saí e nunca mais voltei..

Eu comecei do zero sem ninguém dizer para eu começar do zero.

Pintar no fundo é muito simples: é só passar o pincel na tinta e depois passar na tela.

Eu pintei uma aquarela que a minha namorada adorou. Ela disse para eu não pintar mais nada, pois nunca mais vou fazer coisa melhor.

Minha mãe falou que artista também tem que tomar banho, eu tomei segunda ou terça, mas hoje está muito frio.

Isso aqui é que é um atelier? Bacana, eu nunca entrado num atelier. Nooossa!!!, olha quanta tinta Amsterdam! Essas tintas são fabricadas na Holanda, eu ainda vou pintar com tinta Amsterdam.

Aquela tela era enorme. Dois metros de vermelho é muito mais vermelho que um metro. É só olhar o que se gasta de tinta.

Acabei de tomar um banho, quem disse que eu não tomo banho?

Minha mãe falou para eu escovar os dentes, minha mãe falou para eu fazer concurso público.

Ninguém agora vai mais ser superstar, tem muita gente agora para alguém ser superstar. Se o Picasso nascesse hoje, nem ele mesmo ia saber que ele era o Picasso.

A beleza me deixa ansioso. Deve ser maravilhoso fazer uma coisa maravilhosa.

Minha mãe está chamando, vamos almoçar?

Pedro Tebyriçá 1
Nascido na cidade do Rio de Janeiro em 1955, formou-se em economia, atualmente é servidor público federal, dedicando-se paralelamente à literatura e as artes plásticas, já tendo realizado exposições no Brasil e no exterior. Começou a escrever aos cinquenta anos, inclinando-se mais para o texto curto, notadamente contos. Em 2019 lançou o Contos (nem tanto) Contidos pela Editora 7 Letras disponível para venda no site da editora (www.7letras.com.br).
ptebyrica@gmail.com
1