Gente que Cuenta

O ressurreto, por Pedro Tebyriçá

Paloma e1649777632439

leer en español

O túmulo está vazio, o estranho disse.

Os homens se entreolharam.

O túmulo está vazio, insistiu o estranho.

Os homens se entreolharam de novo e um deles piscou o olho esquerdo para os demais esboçando um sorriso. Lograram êxito. Fora preciso fé, fora preciso mais que fé. Roubaram o corpo de noite. A mulher ludibriou o vigia – astúcias do antigo ofício. Agora o sepulcro estava vazio. Ele ressuscitou, pensariam todos.

O estranho se ofereceu a levá-los. É preciso que vejam, ele disse.

Os homens o seguiram, a mulher ficou.

O caminho não era aquele, os homens se entreolharam espantados, o caminho levava à derradeira cova.

Vazia, o outro apontou.  Ao lado a pedra retirada, no chão, um resto de linho.

Os homens mais uma vez se entreolharam e aturdidos se voltaram para o estranho, e o estranho não mais se encontrava entre eles.

No seu lugar havia uma pomba. Uma inquieta pomba branca.

Pedro Tebyriçá 1
Nascido na cidade do Rio de Janeiro em 1955, formou-se em economia, atualmente é servidor público federal, dedicando-se paralelamente à literatura e as artes plásticas, já tendo realizado exposições no Brasil e no exterior. Começou a escrever aos cinquenta anos, inclinando-se mais para o texto curto, notadamente contos. Em 2019 lançou o Contos (nem tanto) Contidos pela Editora 7 Letras disponível para venda no site da editora (www.7letras.com.br).
ptebyrica@gmail.com

do mesmo autor

    ¡Assine a nossa Newsletter!

    7