Gente que Cuenta

Penélope e o teste do arco – Alfredo Behrens

“Mademoiselle”
Rene Gruau
c. 1936

 

Quando estudante de doutoramento em Cambridge, há umas quatro décadas, me tocou uma mesa no famoso Laboratório Cavendish. Em uma encruzilhada de corredores eu vi, em um grupo conversando, um ruivo alto e magro que me chamou a atenção pelo seu meneio feminino ao falar. Poucos meses depois, eu poderia ter jurado que o vi novamente, desta vez num pub, com maquiagem e longos cabelos soltos. Tive até a impressão de que ele desviou o olhar quando percebeu que o tinha visto. Mas quem sabe não fosse a mesma pessoa, e que, como seu meneio, foi apenas uma impressão passageira. Só que, quando voltei das férias, encontrei na minha mesa um memorando do laboratório afirmando que o Sr. John Fulano de Tal de agora em diante devia ser chamado pelo nome Srta. Joan Fulana de Tal. Um colega de escritório me confirmou que o ruivo foi separado de todo o que pendia dele e que agora ele era uma mulher. Ainda incrédulo eu disse ao meu colega,”Deve ter doído”. “Minha voz teria sumido”, respondeu ele. Mas acontece que o ruivo não perdeu a voz e uma noite, quando eu estava trabalhando de madrugada no laboratório vazio, ele parou na minha porta para conversar. Eu respondia impaciente sem tirar as mãos do teclado do computador onde estava terminando minha tese, e o ruivo foi embora. Pouco depois, com a minha tese defendida, e depois de me despedir de todos, estava me aproximando da porta do laboratório que se fecharia detrás de mim pela última vez, quando o ruivo se aproximou de mim abanando a saia. Ele sabia que eu iria para o Brasil e me disse que ele, que também era recém doutor, iria para a Califórnia para começar uma nova vida. Naquela hora, o papel que ele carregava nas mãos caiu e eu, cavalheirescamente, me abaixei para pegá-lo. Ao devolvê-lo percebi pelo seu sorriso que o papel tinha sido deixado cair de propósito, e que, ao entregá-lo, eu acabara de aceitá-la como mulher.

Alfredo Behrens é doutor pela Universidade de Cambridge, leciona Liderança para as escolas de negócios da FIA em São Paulo e IME em Salamanca, e é Presidente do Conselho Estratégico da Universidade Fernando Pessoa, no Porto, onde reside.

Alguns de seus livros podem ser adquiridos na Amazon.

ab@alfredobehrens.com

Leave a Reply