Gente que Cuenta

O espião que salvou a Rússia – Alfredo Behrens

leer en español

A Rússia não interessava a Hitler mas que pelo acesso a alimentos e petróleo. Foi por elas que Hitler deflagrou a Barbarrossa, a invasão da Rússia.

O exército Nazi estava ás portas de Moscou, que resistia mas poderia cair a qualquer momento. Mas, em 5 de dezembro o exército russo deflagrou em Moscou uma inesperada contraofensiva que mudou o rumo da frente Nazi no Oriente.

Como puderam os russos, já famigerados, realizarem essa contraofensiva?

Aí é que entra um sujeito alemão que cobrou uma dimensão inesperada. Richard Sorge era um alemão espião dos russos trabalhando em Tokio. Sorge devia ter um ar encantador, no mínimo para a antiga esposa do seu professor de doutorado em ciência política. Ela cedeu aos encantos do Sorge explicando que ao conhecê-lo : “Foi como se um raio me percorresse. Nesse segundo ele despertou em mim algo que havia adormecido até agora, algo perigoso, escuro, inescapável …”

Seja como for, acontece que a principal missão do Sorge em Tokio era reportar aos russos se o Japão tinha intenção de atacar a União Soviética. Mas, as andanças do Sorge em Tokio eram muitas e reportou desde Tokio, que Hitler preparava a invasão da Rússia. Não foi ouvido por Stalin, que agora tinha os Nazis no pescoço.

Richard Sorge, (1895 – 1944)
La foto es de 1940
A los 44 años murió ahorcado en Japón

Foi nessa altura que Sorge reportou que os Japoneses planejavam atacar no Sul do Pacífico e não a Rússia. Desta vez Stalin não tinha como não ouvir Sorge e deslocou para Moscou várias divisões do exército russo que protegiam a sua fronteira oriental.

Foi com elas que os russos infringiram em Moscou a primeira derrota estratégica aos Nazis. A informação fornecida por Sorge, que permitiu liberar tropas russas da fronte oriental, é frequentemente considerado o trabalho de inteligência militar mais importante na Segunda Guerra Mundial.

Você já se perguntou qual teria sido o rumo da história se Sorge tivesse sido ignorado uma segunda vez?

Alfredo Behrens é doutor pela Universidade de Cambridge, leciona Liderança para as escolas de negócios da FIA em São Paulo e IME em Salamanca, e é Presidente do Conselho Estratégico da Universidade Fernando Pessoa, no Porto, onde reside.
Alguns de seus livros podem ser adquiridos na Amazon.
ab@alfredobehrens.com

do mesmo autor

2

Leave a Reply