Gente que Cuenta

Para que aprender a escrever?, por Alfredo Behrens

Viñedos e1650582798886
Vincent van Gogh Viñedos con vista al Auvers 1890 “Tanto no Chile quanto em Portugal floresceriam mais poetas e menos publicitários? Ou é que a publicidade deles é capenga porque desaproveita seus poetas?

leer en español

Nos países mais criativos em publicidade há mais prêmios Nobel.

Toda sociedade tem mecanismos para alocar seus talentos. Umas sociedades privilegiam a criatividade, outras menos. As que depreciam a criatividade eventualmente deixam de inovar, porque ao remunerar mal seus criativos, desencorajam o investimento nas atividades que os empregariam.

As atividades criativas podem ser individuais como a poesia, ou coletivas como a publicidade. As criativas individuais florescem como as flores maria-sem-vergonha, dão em qualquer lugar. Para elas bastam terra, sol e água. Dai que o Chile e Portugal, ambos produtores de bons vinhos, tenham prêmios Nobel em Literatura, embora tanto o Chile quanto Portugal apareçam próximos do final do ranking em criatividade publicitária para 2021.

Tanto no Chile quanto em Portugal floresceriam mais poetas e menos publicitários? Ou é que a publicidade deles é capenga porque desaproveita seus poetas? Nada é tão simples assim, particularmente ao se tratar de arte. Por isso vale a pena refletir sobre isto.

Entre as formas de arte contemporâneo, a publicidade é uma das mais complexas e interessantes. A mensagem publicitária deve ser sucinta, como na poesia.  Como na poesia, também a publicidade combina palavras com imagens e música para evocar desejos.  Também como na poesia, a publicidade se vale de símiles, metáforas e de símbolos.

Se há tanto em comum entre a poesia e a publicidade, porque nalgumas sociedades a poesia alcança um reconhecimento internacional tanto maior do que a sua publicidade?

Vale a pena entender isso, porque na razão desse descompasso entre a poesia e a publicidade, poderíamos encontrar a razão da falta de inovação em algumas sociedades. E vale entendemos isso rapidamente, antes de que apareça mais um bruto sugerindo que não vale gastar tanto em ensinar a escrever.

IMG 9274
Alfredo Behrens  é doutor pela Universidade de Cambridge, leciona Liderança para as escolas de negócios da FIA em São Paulo e IME em Salamanca, e é Presidente do Conselho Estratégico da Universidade Fernando Pessoa, no Porto, onde reside.
Alguns de seus livros podem ser adquiridos na Amazon.
ab@alfredobehrens.com

do mesmo autor

    ¡Assine a nossa Newsletter!

    6