Gente que Cuenta

O rato de biblioteca – Ricardo Martins

Eduard Swoboda
Un pequeño ratón de biblioteca
1902
leer en español

Devia ter o que …? Dois metros de largura por um e meio de altura?

Madeira escura. Bordas torneadas. Quatro prateleiras? Ou Cinco? Não me lembro.

Mas recheadas de livros. Coleções. Edições Saraiva, Clube de Moças, das décadas de 1940 e 1950 …

Eu, entre os 10 e 15 anos a explorá-la. “Cinco Semanas em um Balão “, de Júlio Verne, onde não consegui entender o que era a tal “barquinha” do balão. Lido várias vezes.

O Solar das Almas Perdidas” de Dorothy Macardle, livro sobre fantasmas, lido numa noite de chuva pesada – e sozinho em casa! … inesquecível pela história e situação. “Um Conto de Natal” de Charles Dickens, outro de fantasmas lido numa noite chuvosa …

Explorando mais ainda a pequena prateleira naveguei a procura de “Moby Dick

Explorando mais ainda a pequena prateleira
naveguei a procura de "Moby Dick"

de Melville, sofri as aventuras de “Um Drama no Mar“, de Emílio Salgari,  cuja continuação “Náufragos do Liguria” até hoje não encontrei.

Aventuras de capa e espada nos livros de Aimée Achard, lido várias vezes, até hoje.

Na Sombra e na Luz“, de Victor Hugo, minha primeira incursão no assunto de reencarnação.

Livros velhos … livros antigos … capa de couro, capa de papelão … páginas amarelecidas … rústicas…

E o cheiro?

… ahhhh … o cheiro de livro velho… Que me perdoem aqueles que têm rinite, mas esse cheiro embalava as aventuras  de Verne, Melville, Achard, Dickens e muitos outros … os dramas de Heathcliff e Catherine em “O Morro dos Ventos Uivantes” de Emily Brontë … o livro tinha bouquet, diria até, como um vinho.

Eu viajava naquelas prateleiras.

Explorava.

E tudo uma pequena biblioteca cultivada por uma romântica funcionária do escritório de uma fábrica de doces, na cidade de São Paulo, nos idos de 1950. Todo mês comprando um volume. Que seu filho começou a explorar nessas pequenas e inesquecíveis prateleiras.

Ricardo Martins, jornalista e pesquisador, com trabalhos para a Editora Abril, TV Cultura e Fundação Roberto Marinho.

ricardomarts@yahoo.com.br

do mesmo autor
1

Leave a Reply