Gente que Cuenta

A árvore, por Fernando Carmino Marques

A Tree near Dniester River 1972
Margit Selska
Árbol cerca del río Dniester
1972

leer en español

Foste.

Mas nós ainda esperamos que um dia te detenhas e reconheças a árvore de ramos debruçados sobre a água em que, de cabeça encostada, roçavas os dedos dos pés sentindo frio e felicidade no arrepio revigorante que o rio sereno te oferecia sabendo, apesar de ti, folha caída, que eras um dos seus irmãos e que nele buscavas o mar onde tudo se dilui.

Foste.

Mas a árvore agora sente a ausência, não de ti, mas do livro que trazias contigo e, de vez em quando, cansado de ler, esfregavas os olhos, estendias as pernas e sentias um indizível sossego na alma e te ausentavas, sem disso te aperceberes, deixando, por fim, que o livro pudesse falar à vontade com a árvore que o ouvia com a paciência de um mestre oriental vivendo do outro lado do espaço e do tempo.

Lembro uma tarde amena de verão em que chegaste, sentaste e lentamente te descalçaste com o olhar fixo nos movimentos que um pequeno peixe fazia para se libertar de um traiçoeiro anzol que sádico e cruel o impedia para sempre de respirar. Era um homem novo o pescador de névoa no olhar, a bruma e displicência para as coisas que o rodeavam eram tão antigas que se perdiam no tempo. Na sôfrega agitação do peixe viste a tua existência e desejaste que ele mergulhasse e para sempre desaparecesse como gostarias de te poder mover sobre as águas, deslizando, esquecendo-te.

Mas foste, sem nunca teres sido.

Captura de Tela 2022 03 03 às 23.55.42
Fernando Carmino Marques é doutor em letras pela Universidade de Paris IV – Sorbonne. Publicou vários estudos sobre temas e autores portugueses e brasileiros, dos séculos XVI, XIX e XX. Traduziu e editou o estudo inédito de Pierre Hourcade sobre a poesia de Fernando Pessoa, A Mais Incerta das Certezas, Itinerário Poético de Fernando Pessoa (Coleção “Ensaios” sobre Fernando Pessoa, Tinta-da-china, Lisboa, 2016). Como ficcionista publicou Sobre outra coisa ainda (13 short stories) 2019 e Neste sonho que sou de mim, contos, 2021.
carmino@ipg.pt

do mesmo autor

 

    ¡Suscríbete a nuestro Newsletter!

    3