News That Matters

2c

Arte, moda y gente bella en Milano – María Rosa Rullo
María Rosa Rullo, 2c

Arte, moda y gente bella en Milano – María Rosa Rullo

ler em português Visitar Milano en cualquier época del año es siempre una experiencia que alegra la vista. Sus calles están llenas de arte y moda en todas sus expresiones, bien sea plasmada en sus monumentos o en sus tiendas, cuyas vitrinas son observadas con la misma minuciosidad que las obras de un museo. Milano está ubicada en el norte de Italia y es considerada la capital  económica, industrial y de la moda. Es la tierra de las famosas familias Visconti y  Sforza, que además de ser sanguinarias, dieron grandes aportes al arte durante el período del renacimiento. He aterrizado infinidad de veces en sus dos aeropuertos, Linate y Malpensa, pero nunca he tenido la oportunidad de pasar varios días en la ciudad. Sólo dos veces he estado un día entero. La primera vez quedé de enco...
Caracas en dos platos – José Pulido
José Pulido, 2c

Caracas en dos platos – José Pulido

ler em português Si subes al cerro el Ávila y observas el valle, tendrás que aceptar que Caracas es un laberinto gigantesco. Ese mare magnum de edificaciones hechas de hierro, concreto, piedras y cristal, es obra del esfuerzo intenso de una masa trabajadora que a lo largo de generaciones ha sido acusada de pereza. El hombre salario, el hombre cerveza, no ha podido quitarse de encima el Sambenito que sigue sonando como si fuera una verdad nacional: “el venezolano es flojo”. Los museos, los teatros, la vida literaria, la poesía, la música brotando como un manantial, la intelectualidad tejiendo conceptos; la filosofía explicando; la historia forjando memorias para el uso cotidiano, las universidades buscando civilización, las religiones respirando fe, y otras manifestaciones del espí...
Princesa tupinambá – Alfredo Behrens
Alfredo Behrens, 2c

Princesa tupinambá – Alfredo Behrens

leer en español Acabado de chegar de Montevidéu ao Rio de Janeiro, não entendia nada. Literalmente nada. Não era só o português que não entendia. Cheguei no Carnaval e caí numa procissão da Banda de Ipanema. Chamo de procissão porque não sabia que nome dar aos dois mil que dançavam atrás de uma banda. A metade quase não tinha roupas e ninguém parecia se importar com isso. Entre um empurrão e outro avistei uma meio loira. Aproximei-me, sorrimos e conversamos alguma coisa. Ele era de São Paulo e estava no Rio para o primeiro Carnaval dela. Mal consegui pegar o endereço do lugar onde ela estava hospedada quando outra me agarrou e me deu um beijo que me tirou o fôlego. Quando me virei para a loira, ela havia sumido. Continuei dançando porque estava pegando gosto da coisa e o endereço da...
O Brasil numa encruzilhada – Sergio Vale
Sergio Vale, 2c

O Brasil numa encruzilhada – Sergio Vale

leer em espanhol Parece ter virado lugar comum dizer que o Brasil está em uma encruzilhada, mas essa parece ser a verdade já há algumas décadas. Revezamos dificuldades políticas com econômicas que nos colocam com portas de saída muito difíceis. Agora, por exemplo, com reformas econômicas que estão acontecendo e discussões que surgem em torno de uma reforma tributária e administrativa, que em tese deveriam trazer resultados positivos para a economia, não é o que estamos vendo acontecer. O dilema surge justamente nas dificuldades políticas, com um governo avesso à conciliação e com dificuldades de aceitar transições democráticas. Parte da boa performance da economia no início desse século se deu quando da transição deu um governo visto como centro direita (FHC) passar a faixa para u...
El hincha – Roberto Managau
Roberto Managau, 2c

El hincha – Roberto Managau

ler em português El “jás” (half en inglés) Izquierdo había restado la pelota al córner y el puntero se perfilaba para meter el centro al área. Un personaje en la tribuna se destacaba por sus gritos: “estaba en orsay !”(offside …), proclamaba mirando en vuelta, “fue orsay juez !!”, vociferaba. “Quién es ese ?” preguntaban los menos asiduos al espectáculo. “Ese es Reyes el utilero del clú, el que ‘hincha’ – infla - las pelotas para jugar, es fanático !!” respondieron algunos. La escena con el impetuoso y apasionado protagonista, se repetía partido a partido del Club Nacional de Football, en su histórico estadio, el Parque Central, en Montevideo, en los umbrales del siglo XX. Nacía de esta forma peculiar la palabra “hincha” que sería adoptada por todo el fútbol hispanoparlante...
A Meca negra – Roberto Giusti
Roberto Giusti, 2c

A Meca negra – Roberto Giusti

leer en español Às quatro da manhã saí para a rua, congelada e escura, em busca do caminho que leva à emissora de televisão onde fui contratado. Estava chovendo e foi a primeira vez que me aventurei naquela estrada desconhecida salpicada de arranha-céus quase imperceptíveis naquela hora. Fazia uma semana que cheguei a Atlanta e aluguei um apartamento no décimo andar de um prédio, no centro da cidade, onde mora a maioria das famílias negras de classe média. Aqui os brancos preferem viver na periferia da cidade, onde abundam as urbanizações de casas idênticas, escolas, centros comerciais e outros serviços. É por isto que o centro da cidade fica para as sedes de grandes empresas, hotéis, turistas, museus, estádios, pessoas de cor e moradores de rua. Mas eu, ao contrário d...
O primeiro abacate – Luis Alfonzo
Luis Alfonzo, 2c

O primeiro abacate – Luis Alfonzo

leer em espanholQuando eu era criança, minha mãe tinha uma vizinha um pouco esotérica e muito dada a acreditar em sustos e superstições, que tinha uma frase que costumava repetir quando se referia a pessoas intrépidas e muito dadas ao ensaio de novas experiências: “Este tem mais coragem do que aquele que comeu o primeiro abacate”. Com isto referia-se ao medo e à coragem que implicava ousar comer pela primeira vez aquele fruto verde desconhecido e monótono, sem aroma, de aspecto exterior imperceptível e até enigmático, mas que contém iguarias até então desconhecidas.Começar numa nova escola, acompanhado durante o caminho pela inevitável sensação de vazio na boca do estômago, o tremor e o suor frio nas mãos, as palpitações, o entorpecimento, a luta entre fugir ou ficar como morto no lugar e ...
Tempos estranhos esses… – Ricardo Martins
Ricardo Martins, 2c

Tempos estranhos esses… – Ricardo Martins

leer em espanhol Vivíamos numa polaridade, que se poderia chamar de saudável. Direita. Esquerda.  O sonho de avanço social. Acusações de corrupção. Luta pelos direitos trabalhistas.  Luta nos tribunais contra  irregularidades na administração pública. Apesar das oposições,  estávamos avançando.  O jogo político estava funcionando. Havia a salutar alternância de poderes políticos. Havia o claro. O escuro. E o onipresente cinza. E o que temos agora? Milicianos sendo assassinados no Rio de Janeiro. Policia militar exagerando nas suas ações de repressão em várias regiões do país . Ações isoladas? Coincidências? Descobrimos que ainda somos imaturos no jogo político. Que somos subservientes ao poder, seja ele qual for. Descobrimos que a luta por direitos sociais ainda ...
Tu estrés  y las plantas
2c, Lucy Gómez

Tu estrés y las plantas

ler em portuguêsBajar el estrés cultivando un huerto propio no es un consejo superficial. Se trata de una solución práctica y accesible a un problema médico mundial. Una muestra sobre 8000 personas que tenían acceso a parques, jardines y huertos, privados, comunitarios y públicos en Reino Unido,  determinó  que los cambios en la salud de los encuestados  eran notablemente positivos  en quienes  se relajaban en sus  propios jardines o trabajaban en ellos, contra los que sólo pasaban alguna vez  por  esos espacios verdes.Ayuda a ver a que nos enfrentamos conocer más sobre el estrés.Se trata de una respuesta fisiológica humana, que viene desde la prehistoria y que se produce al enfrentarnos a situaciones de peligro. En esa época se luchaba por la vida contra un animal, contra  otra persona o ...
Mente, corpo e alma – Taisa Medina
Taisa Medina, 2c

Mente, corpo e alma – Taisa Medina

  A paisagem à frente da qual se depara o comunicador deste junho de 2021 retrata um mundo de características peculiares; tanto profissional como individualmente. As unções atribuídas às novas tarefas incluem desafios de todos os tipos. A adaptação  á transformação digital é imperativa.É mental, e do corpo e alma também.Da mesma maneira, existem requisitos para o consumidor de informações on line que passa muito tempo na frente à tela. E até 30% a mais na era pós-pandemia. O bolso desse sofre porque as despesas pessoais aumentam a cada dia para se atualizar. Embora seja verdade que alguns truques permitem superar essas barreiras.Encontramo-nos num universo em que quase sem perceber, passamos do consumo generalizado e gratuito de conteúdos da Internet ao surgimento de “paredes de pagamento”...
La moda, madre de la ridiculez
2c, Fabiana Louro

La moda, madre de la ridiculez

No hay nada más vulgar que la moda en sí. Dicta tendencias que nadie pidió para instigar el consumismo. En un anuncio de una tienda de ropa decía: "Un look para cada mood". Para los desprevenidos: look significa visual, estado de ánimo significa mood. Y sorprendentemente, una modelo tenía un atuendo para planificar el humor. ¿Qué sería una planificación de humor? Confieso que sigo sin que no tiene sentido en este estado de ánimo, pero entiendo qué hay detrás de la publicidad en cuestión. La moda genera deseos y la falsa idea de empoderamiento a través de unos trozos de tela que esconden y revelan partes del cuerpo. Lo más interesante es que la moda le dice al consumidor que si usa la ropa de la temporada está siendo auténtico, pero de hecho, se parece a todos los que se unieron. ...
Cocina migrante Bagna Cauda – Pancho Iturraspe
Pancho Iturraspe, 2c

Cocina migrante Bagna Cauda – Pancho Iturraspe

leer en español A migração piemontesa teve uma importante expansão em vários países sul-americanos desde o final do século XIX: esses “gringos” trouxeram este prato que passou de uma refeição camponesa rústica e comunitária do norte da Itália a uma desculpa para se encontrar e compartilhar a vida na planície que acolheu os migrantes compartilhando o sabor com outros migrantes e nativos. A bagna cauda como o fondue (do qual falaremos em outra entrega) não deve ser servida em pratos individuais, os comensais se servem uma fonte comum, com certas regras. Minha avó ANA, nascida na cidade de São Francisco, fundada por seu sogro, estudou e aprendeu a fazer bagna na casa da avó dela, na vizinha Po, perto de Torino, e trouxe essa e outras receitas para o país. O meu avô Francisco, apesar de...